5 exemplos de casos de uso de RPA em Recursos Humanos

5 exemplos de casos de uso de RPA em Recursos Humanos

Pode ser impossível de imaginar, mas a área de Recursos Humanos é uma das que mais envolvem trabalhos manuais, que são relativamente simples, mas exaustivos.

Desse modo, é um dos departamentos que mais aderem a tecnologia de RPA, com resultados concretos e diversos benefícios.

O RPA é uma solução de automação para várias tarefas que são realizadas de forma manual e que dispendem uma enorme quantidade de tempo.

Por isso, vamos entender melhor como pode ser feita a implementação do RPA no departamento de Recursos Humanos.

Seleção de Candidatos

Essa é uma das atividades desse departamento que mais exige eficiência e demanda tempo. Principalmente, se for necessário profissionais altamente especializados.

Mas esse processo pode ser facilitado utilizando o RPA. O robô pode extrair os dados dos candidatos do sistema e pré-selecionar os currículos.

Também, é possível programar para saber se os candidatos possuem antecedentes antes da contratação.

Onboarding de Novos Funcionários

Uma das formas de se utilizar o RPA é na integração de novos funcionários à empresa.

Automatizar a integração dos novos colaboradores por meio da tecnologia de RPA, tornou-se algo imprescindível. Maneiras de envio das informações contratuais, anotações das interações e análises do período de experiência asseguram agilidade, organização e segurança ao processo de onboarding.

Através do RPA é possível uma redução significativa de tempo e de pessoas que instruam nas novas atividades. No decorrer do processo, é possível fazer uma gestão do desempenho de cada funcionário, analisando sua produtividade e eficiência.

RPA no Departamento de Recursos Humanos

Folha de Pagamento

Outra forma de se utilizar o RPA é no momento do pagamento. O sistema pode fazer o processamento de pagamento de acordo com cada funcionário, observando faltas, férias, além de realizar no dia correto, evitando atrasos.

Ele também pode ajudar a gerenciar todos os dados dos funcionários, permitindo que eles sejam consultados — caso seja necessário — de forma mais ágil e mais assertiva.

5 exemplos de casos de uso de RPA em Recursos Humanos

Gestão de Férias e Faltas

Em uma organização com poucos funcionários, a gestão de faltas e férias é algo fácil, muitas vezes não necessitando de um sistema para auxiliar.

Mas quando falamos em empresas com mais de 200 colaboradores, fica totalmente inviável fazer essa gestão sem erros ao final. Sendo assim, o RPA vem atuar, de acordo com regras definidas previamente, as datas corretas que cada funcionário irá tirar férias, assim como descontar ou abonar as devidas faltas.

Além disso, é possível utilizar esses dados para a área contábil e financeira que realizará os pagamentos do salário e possíveis comissões, entre outros direitos.

Gestão de Despesas e Reembolsos

Para empresas que necessitam que seus funcionários trabalhem fora de seus estabelecimentos, é possível usar o RPA de várias formas.

Dentre elas, gerir despesas de colaboradores em refeições, combustível, viagens e outros. Além de outras despesas que possam surgir, como imprevistos que venham a acontecer.

Por essa razão, é possível visualizar várias vantagens na inserção do RPA dentro do departamento de Recursos Humanos. Ele auxilia em processos recorrentes e com grande volume de dados.

Ajuda também a melhorar o ambiente de trabalho, trazendo mais assertividade, economia, resiliência e precisão. E identifica os gargalos que estão atrapalhando o negócio a crescer e alcançar o sucesso desejado.

Entre em contato com um de nossos especialistas em desenvolvimento de soluções digitais e implemente essa tecnologia que vai facilitar o seu dia a dia.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *