Você está visualizando atualmente Controladoria Jurídica e RPA & IA unidos

Controladoria Jurídica e RPA & IA unidos

A controladoria jurídica e o RPA&IA unidos mostram a importância de unir processos para alcançar diferenciais e resultados melhores, alinhando as novas tecnologias e garantindo que os setores funcionem como deveriam.

Cabe destacar que a controladoria é um setor conectado às necessidades burocráticas e administrativas de um departamento jurídico ou de um escritório. A controladoria jurídica garante que todas as atividades administrativas funcionem como deveriam, planejando a distribuição, padronização e fluxo de atividades, sem que o profissional responsável precise gastar tempo com ações superficiais, podendo se dedicar ao que realmente importa: clientes e casos.

Ao mesmo tempo, com o avanço digital, o setor jurídico tem muito a ganhar com a automação inteligente, proporcionando um “respiro” nos trabalhos manuais. Descubra mais sobre essa importância.

A importância de unir controladoria jurídica e RPA&IA

O avanço do mundo digital aliado as novas necessidades dos clientes mostram como é essencial trazer essa mudança para a controladoria jurídica, inserindo a automação inteligente de processos.

Em resumo, o foco é reduzir os trabalhos rotineiros, manuais e repetitivos, que exigem pouco ou nenhum esforço repetitivo.

Mas isso não quer dizer que o processo de mudança seja fácil.

Pelo contrário, essa mudança no cenário de trabalho assusta muitos profissionais, que não sabem por onde começar a automatização ou quais áreas substituir por robôs.

Dessa forma, é essencial ter acesso as informações que mostram esse avanço na tecnologia, mas também as consequências, resolução de dúvidas e esclarecimentos.

Tudo para que os profissionais da área criem um padrão a ser seguido, definam quais atividades podem ser substituídas e quais são prioridade.

Ao mesmo tempo, sabemos como é importante saber por que a controladoria jurídica e o RPA&IA devem fazer parte da empresa.

Assim, a automação traz a possibilidade de substituir trabalhos cansativos, que demandam tempo e passíveis de erros.

Portanto, traz maior segurança em todo o processo, abre espaço para novos talentos e atuações enquanto aumenta o foco, precisão e uso adequado das técnicas.

Controladoria Jurídica e RPA & IA unidos

Automação Inteligente jurídica na prática

A área jurídica em questão tem muita atividade operacional de controle e procedimento na rotina.

Entretanto, é muito importante que a empresa tenha mais eficiência diária.

Com isso, a tecnologia é um grande salto na controladoria para que as tarefas sejam mais eficazes, simples e ofereçam o conhecimento necessário para a tomada de ações.

Neste aspecto, as atividades do cotidiano incluem:

  • Gestão de informações;
  • Gestão de prazos e procedimentos;
  • Foco na integridade e qualidade dos dados;
  • Receber informações e novos casos;
  • Captura de publicações;
  • Alimentação das informações;
  • Sistema para gerir processos, etc.

Logo, todas essas atividades são passíveis de automação. Portanto, é preciso quebrar uma grande barreira jurídica que afasta o processo tecnológico, com destaque para:

  • O medo de ser substituído por um robô;
  • Medo de lidar com as novas tecnologias;
  • Incerteza sobre alterar uma estrutura já consolidada, mas antiga.

Esses três medos impedem os avanços no setor, sabendo que a área de atuação muda, mas continua sendo essencial. Logo, não se trata de substituir o profissional, mas de permitir que se dedique ao que é realmente importante e que demanda atenção especial.

Não à toa, após a inserção do RPA&IA, cabe aos profissionais realizarem o acompanhamento, modificar, melhorar e verificar os erros.

Importante

O ordenamento jurídico já incluiu a tecnologia nas suas atividades, mais especificamente na Resolução 5 de 2018, artigo 4º, incisos XI e XII:

“XI – compreender o impacto das novas tecnologias na área jurídica;

XII – possuir o domínio de tecnologias e métodos para permanente compreensão e aplicação do Direito”

Em resumo, a tecnologia vem ganhando espaço em passos lentos no âmbito jurídico, mas pode melhorar rapidamente a posição de um negócio bem como os resultados.

Afinal, não existem robôs que substituam o ser humano, mas que podem auxiliar em processos manuais e repetitivos.

Portanto, antes de temer a mudança, veja como ela pode ser benéfica para a controladoria jurídica.

Se tiver mais dúvidas ou para acompanhar as novidades, confira o Blog Grupo Viseu ou fale com um de nossos especialistas.

Grupo Viseu RPA & IA

Deixe um comentário